Bibi - Uma vida em Musical - Porto Alegre - Theatro São Pedro
  sexta, 27 de setembro de 2019
  21h
  Theatro São Pedro confira o mapa
  10 anos

Ministério da Cidadania e Bradesco Seguros apresentam

BIBI, UMA VIDA EM MUSICAL

ESPETÁCULO TERÁ CURTA TEMPORADA EM PORTO ALEGRE DE 27 A 29 DE SETEMBRO

NO THEATRO SÃO PEDRO


A montagem é um tributo inédito à maior estrela do teatro nacional, que esteve em cena por 76 anos

 

“Não consigo lembrar de mim fora de um teatro”. É assim que Bibi Ferreira, aos 96 anos, 76 como atriz, cantora, diretora e produtora, se descrevia. A trajetória pessoal e profissional dessa estrela brasileira só poderia ser contada e celebrada levando para o palco o próprio palco, das companhias de comédia, do teatro de revista, dos grandes musicais e do teatro engajado em que ela atuou.

 

E assim é BIBI, uma vida em musical, um espetáculo inédito, escrito por Artur Xexéo e Luanna Guimarães, sob direção geral de Tadeu Aguiar, que teve estreia nacional no Rio de Janeiro em 2018 e que agora chega a Porto Alegre. A montagem terá curta temporada no Theatro São Pedro, de 27 a 29 de setembro e já está com ingressos à venda em www.teatrosaopedro.com.br e na bilheteria do local com preços entre R$ 50 e R$ 150.

 

Apresentado pelo Ministério da Cidadania e Circuito Cultural Bradesco Seguros, através da Lei de Incentivo à Cultura, o musical é uma realização da Negri e Tinoco Produções Artísticas (espetáculo Excepcionalmente Normal e diversos shows de Thereza Tinoco e Áurea Martins).

 

Em cena, a atriz paulistana Amanda Acosta vive Bibi. Ela foi Eliza Doolittle na montagem paulista de My Fair Lady de 2006, o mesmo papel que Bibi Ferreira fez na primeira montagem brasileira da peça americana. Amanda foi integrante do Trem da Alegria, de 1988 a 1992, quando o trio se desfez. Atriz de cinema e TV, ela fez no teatro musical Essa é a nossa Canção, Baby, o Musical e 4Faces do Amor, todas sob direção de Tadeu Aguiar. Amanda Acosta venceu quase todos os prêmios de melhor atriz. Mais 16 atores integram o elenco.

 

Em BIBI, uma vida em musical, a história familiar, profissional e amorosa da artista se enredam. A formação em música, dança e línguas estrangeiras foi estimulada pela mãe Aida Izquierdo, bailarina espanhola. A estreia profissional no teatro, aos 19 anos, foi pela mão do pai, o ator Procópio Ferreira, em papel escrito por ele para a filha. Assim, o musical percorre todas as fases da vida de Bibi, da escolha do seu nome, sua preparação para os palcos, os espetáculos musicais como os inesquecíveis Gota d’Água, de Paulo Pontes e Chico Buarque, My Fair Lady, Alô Dolly e Piaf, a Vida de Uma Estrela da Canção, seus casamentos, o nascimento da filha única, Tina Ferreira,  as viagens para Portugal e Inglaterra a trabalho, a homenagem da escola de samba Viradouro até sua chegada a um teatro da Broadway, aos 90 anos.

 

Artur Xexéo (Cartola – O Mundo é um Moinho, Eu Não Posso Lembrar Que Te Amei – Dalva e Herivelto, Hebe, o Musical) avalia a importância de Bibi Ferreira na profissionalização do ator no Brasil, em relação ao seu ofício. “Em relação ao teatro musical, ela foi, sem dúvida, a primeira atriz brasileira pronta para o gênero. Antes dela, havia as vedetes de revista, não necessariamente atrizes, diz o coautor do texto.

 

Sob direção musical de Tony Lucchesi (60! Década de Arromba – Doc. Musical, Eu não posso lembrar que te amei–Dalva e Herivelto), oito músicos interpretam 33 canções, das quais cinco foram criadas para o espetáculo, letra e música, por Thereza Tinoco (suas composições foram gravadas por Simone, Ney Matogrosso, Lucinha Araújo, entre outros. Sua canção O Viajante foi tema do personagem de Tony Ramos, na novela Baila Comigo, da TV Globo. Compôs para vários infantis, para Fica Combinado Assim, de Herval Rossano, e dois números musicais para Bibi in Concert Pop, III, a pedido de Bibi Ferreira.

 

BIBI, uma vida em musical tem direção geral de Tadeu Aguiar (Quase Normal, Ou tudo ou Nada, Essa é a nossa Canção, 4Faces do Amor, Para sempre ABBA, Eu não posso lembrar que te amei – Dalva e Herivelto). O espetáculo foi sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro e em São Paulo, tendo tido 107 indicações a prêmios, fato inédito na história do teatro brasileiro. Agora, a montagem segue turnê por sete capitais brasileiras passando, além de Porto Alegre, por Salvador, Natal, Fortaleza, Maceió, Belo Horizonte e Recife.

 

FICHA TÉCNICA

Autores: Artur Xexéo e Luanna Guimarães

Direção: Tadeu Aguiar

Direção musical: Tony Lucchesi

Música original: Thereza Tinoco

Cenário: Natalia Lana

Figurino: Ney Madeira e Dani Vidal

Coreografia: Sueli Guerra

Desenho de luz: Rogerio Wiltgen

Desenho de som: Gabriel D’Ângelo

Assistência de direção: Flavia Rinaldi

Assistência de coreografia: Olivia Vivone

Assistência de direção musical: Alexandre Queiroz

Assistência de iluminação: Wagner Azevedo

Coordenação Geral de Produção: Cláudia Negri

Coordenação de Produção: Thereza Tinoco

Direção de Produção: Edgard Jordão

Realização: Negri e Tinoco Produções Artísticas

Produção local em Porto Alegre: Little John Entretenimento

Assessoria de imprensa em Porto Alegre: Jéssica Barcellos Comunicação

 

Elenco (ordem alfabética): Amanda Acosta, (como integrante do grupo musical Trem da Alegria, atuou nos musicais My Fair Lady, 4 Faces do Amor, Carmem a Pequena Notável, Cangaceiras Guerreiras do Sertão); André Rayol (Rapsodia o Musical, Radio Nacional - as ondas que conquistaram o Brasil); Bel Lima (60! Década de Arromba – Doc. Musical, Pippin, Cole Porter); Carlos Arruza, (Comunitá, Mamma Mia, Malhação - TV Globo); Carlos Darzé (Enlace – A Loja do Ourives, Curral Grande, do Coletivo Ponto Zero); Chris Penna (Yank – o Musical, Beatles num Céu de Diamantes, Garota de Ipanema – O Amor é Bossa, Chacrinha – O Musical); Flávio Moraes, (cantor, assistente de direção musical em Vamp e Elizeth a divina); Guilherme Logullo (Garota de Ipanema – O Amor é Bossa, Elis, a Musical, Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera - Pippin, Nelson Gonçalves o amor e o tempo); Gottsha (As Malvadas, Ô Abre Alas, A vida de Chiquinha Gonzaga, Cole Porter – Ele Nunca Disse que me Amava, Godspell); João Telles (A Peça ao Lado, Ubu Rei, Godspell; Julie Duarte (Rapsódia – O Musical, Estúpido Cupido, infantis Os Músicos de Bremen, A Bela e a Fera, Os Saltimbancos, Peter Pan; Jullie (Tudo por um pop Star, A Noviça Rebelde, Nelson Gonçalves o amor e o tempo); Leo Bahia (Chacrinha – O Musical, The Book of Mormon, O Mambembe, Ponte Golden Gate, Gabriela, um Musical); Moira Osório (Chapeuzinho Vermelho – Como Você Nunca Viu, o Musical, Elis a Musical); Ryene Chermont, (Estúpido Cupido, Cauby Cauby); Rosana Penna (Carrossel, o Musical, Nuvem de Lágrimas – o Musical, Dogville); e Simone Centurione (Liza por Elas, O Som da Motown, Como Eliminar seu Chefe, Vamp).

CIRCUITO CULTURAL BRADESCO SEGUROS

www.bradescoseguros.com.br/circuito_cultural

Manter uma política de incentivo à cultura é compromisso permanente do Circuito Cultural Bradesco Seguros. Nos últimos anos, o Grupo Bradesco Seguros orgulha-se de ter patrocinado e apoiado projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas. Dentre as atrações realizadas recentemente, destacam-se os musicais Mudança de Hábito, Chacrinha, O Musical, Elis - A Musical, A Família Addams, O Rei Leão, Bem Sertanejo, Les Misérables, 60 – Década de Arromba, Cinderella e Wicked, além da Série Dell'Arte Concertos Internacionais, Ballet Zorba, O Grego e a exposição Cavaletes de Cristal de Lina Bo Bardi no MASP.

 

 

SERVIÇO

BIBI, UMA VIDA EM MUSICAL

Dias 27, 28 e 29 de setembro

Sexta-feira, às 21h

Sábado, às 21h

Domingo, às 18h

Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro – Centro Histórico – Porto Alegre)

 

Duração: 165 minutos

Classificação etária: 10 anos

 

Vendas:

- Online:  http://www.teatrosaopedro.com.br/

- Bilheteria do Theatro São Pedro: de segunda a sexta-feira, das 13h até o horário de início dos espetáculos. Quando não há espetáculo, das 13h às 18h30. Nos sábados e domingos, das 15h até o horário de início dos espetáculos.
Ingressos:
Galeria: R$ 50,00 (inteiro) / R$ 25,00 (meia-entrada)
Camarote Lateral: R$ 120,00 (inteiro) / R$ 60,00 (meia-entrada)
Camarote central: R$ 140,00 (inteiro) / R$ 70,00 (meia-entrada)
Plateia: R$ 150,00 (inteiro) / R$ 75,00 (meia-entrada)
Cadeiras Extras: R$ 150,00 (inteiro) / R$ 75,00 (meia-entrada)
Descontos:
50% para associados da AATSP (ingressos limitados)
50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação)
50% para idosos
Mais informações para o público:
(51) 3227.5100 / 3227.5300 com a equipe do Theatro São Pedro

COMPRAR